Marca do OAgregador
Início
Search

Rádio OA

Pode conter a opinião do autor
Conteúdo original

Prefeito Edmário recebe a classe artística de Ceres: um passo para o desenvolvimento da cultura ceresina

Aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal de Ceres um encontro de agentes culturais a pedido do prefeito Edmário de Castro Barbosa
Publicado em 6 de março de 2024
por Raísa Ferreira
Agentes culturais de Ceres em reunião com prefeito Edmário e secretário de cultura Mosair Jacob (Foto: O Agregador)

Encerrando o mês de fevereiro, no dia 29 aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal de Ceres um encontro de agentes culturais a pedido do prefeito Edmário de Castro Barbosa (UNIÃO) estimulado graças a repercussão da aplicação da Lei Paulo Gustavo (LPG) em Ceres.

A Lei Complementar n°195/2022 conhecida como Lei Paulo Gustavo, foi elaborada pensando diretamente para a área do áudio visual, porém não deixa de contemplar os segmentos da cultura em geral. A cidade de Ceres teve 26 inscrições e 15 projetos aprovados, além dos suplentes que agradam a diversos nichos como a música, o cinema e a dança.

Veja agora: Confira como foi a I Exposição de Artes de Itapuranga

A Gerência Municipal de Esporte e Cultura, pasta que tem Mosair Jacob a frente conduziu a renião junto com o Prefeito Edmário, visando estabelecer a execução as atividades propostas dos projetos culturais contemplados ao longo de todo o ano de 2024, com um olhar para que toda forma de arte possa ser exaltada e valorizada nos espaços da cidade.

Veja agora: Renan Inquérito em Ceres

Ao manifestar interesse pela classe cultural, toda a população periférica e fazedora de cultura antes totalmente esquecida se sente representada pelo poder público. É importante ressaltar que que o encontro aconteceu após anos de luta para que finalmente os agentes conseguissem conquistar esse olhar de respeito.

A construção de uma democracia cultural só terá avanço para a sociedade ceresina se a devida importância continuar sendo dada a quem faz acontecer os movimentos em Ceres, durante todo o ano e independente de gestões políticas e anos eleitorais, de forma que não sejam destinadas apenas migalhas a esta classe de trabalhadores, tão importantes quanto os trabalhadores de educação e saúde, como diz Bárbara Paz, reconhecida atriz e importante diretora do audiovisual brasileiro: “Um país sem cultura é um corpo sem alma”, podendo se aplicar essa forma de visão a um município, para isso se faz muito importante o estabelecimento de uma secretaria a fim de ampliar as ações dos agentes.

Leia agora: Cultura em Ceres: Uma peça política em cartaz

Raísa Ferreira é enfermeira, doula, terapeuta holística,
artista e presidente da Fundação Henrique Gabriel dos Santos.

Ficha Técnica

Editor Chefe: Luiz Fernando
Supervisão: Rafaela Prado
Redação: Kássio Kran

Parceria: Fundação Henrique Gabriel dos Santos

(Foto em destaque publicada com respeito ao Direito de Imagem)

Os comentários do OAgregador ainda não estão disponíveis. Nossa equipe esta trabalhando para desenvolver um sistema de comentários seguro.

Três observações curiosas. Venha descobrir quais são elas…
No dia 02 de Novembro de 2019, a cidade de Ceres recebeu uma visita ilustre. O poeta e compositor Renan Inquérito esteve na cidade a pedido do Instituto Ubuntu.
Entre os 50 nomes da lista, Goianésia e São Miguel do Araguaia tem pessoas citadas como “financiadores do caos”.

Ao decidir navegar pela Rede OAgregador, você confirma que leu e concorda com a nossa Política de Privacidade.

cropped-oa-icon.png

Não perca
nenhum conteúdo

Siga a rede OAgregador na sua rede social favorita e seja alertado sobre novos conteúdos para você:

cropped-oa-icon.png

Não perca
nenhum conteúdo

Siga a rede OAgregador na sua rede social favorita e seja alertado sobre novos conteúdos para você: